10:39 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    9941
    Nos siga no

    Um oficial da Defesa dos EUA confirmou que os equipamentos acidentados pertencem aos norte-americanos, embora não tenha dado detalhes sobre o episódio.

    Dois drones norte-americanos foram flagrados caindo em chamas na terça-feira (18) em circunstâncias desconhecidas na província de Idlib, no noroeste da Síria.

    ​Em resumo, nesta noite, os soldados turcos ou militantes com MANPADS (sistema portátil de defesa antiaérea) abateram um drone MQ-9 norte-americano. Os americanos não perdoarão, então esperamos por ataques da Força Aérea da Coalisão em Idlib.

    A primeira informação sobre o incidente surgiu ainda na terça-feira (18) após aparecimento de imagens nas redes sociais mostrando as duas aeronaves em chamas caindo no solo.

    Os equipamentos foram identificados como os drones de ataque General Atomics MQ-9 Reaper, de fabricação norte-americana.

    ​Ao menos um dos dois drones abatidos na província de Idlib, na Síria, pode ser um MQ-9 dos EUA.

    O portal Military Times confirmou, citando um oficial da Defesa norte-americana, que os drones pertencem aos EUA e que a colisão ocorreu na terça-feira (18) na província de Idlib, embora não tenha informado o modelo exato das aeronaves, bem como o que teria provocado a colisão.

    A falta de informação oficial sobre a ocorrência gerou especulações de que as aeronaves foram abatidas pelas forças turcas.

    Mais:

    Erdogan diz que Turquia não reconhece eleições parlamentares da Síria
    Rússia recebe informações de que EUA estão treinando milícias perto de sua base na Síria
    Exército da Síria captura minidrone espião Black Hornet, revela portal (FOTO)
    Tags:
    Síria, colisão, queda, eua, veículo aéreo não tripulado, drone
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar