02:05 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    310
    Nos siga no

    O custo dos danos resultantes da explosão no porto de Beirute em 4 de agosto deve chegar a US$ 15 bilhões (cerca de R$ 81 bilhões), disse o presidente libanês Michel Aoun, durante um telefonema com o rei espanhol Felipe VI nesta quarta-feira (12).

    O monarca espanhol ligou para Aoun para oferecer suas condolências e expressar sua solidariedade ao povo libanês, de acordo com um comunicado de imprensa publicado no site presidencial.

    "O presidente Aoun enfatizou que, de acordo com estimativas preliminares, o dano causado pela explosão chega a US$ 15 bilhões", diz o comunicado.

    O presidente agradeceu a Felipe VI pela ajuda prestada pela Espanha nos últimos dias e pela participação de Madri na videoconferência internacional do último domingo sobre o tema da ajuda ao Líbano.

    A grande explosão, atribuída ao armazenamento impróprio de 2.750 toneladas de nitrato de amônio no porto, matou mais de 170 pessoas e deixou milhares feridos.

    O Brasil enviou nesta quarta-feira (12) uma comitiva em missão especial a Beirute, liderada pelo ex-presidente Michel Temer, para prestar ajuda humanitária ao país.

    Mais:

    Vêm à tona FOTOS do navio que transportou nitrato de amônio para Beirute
    Porto de Beirute fica com cratera de 43 metros de profundidade no local da megaexplosão
    Trabalhadores teriam encontrado 'salas subterrâneas' no epicentro da explosão de Beirute
    Em Beirute, protestos se agravam e manifestantes invadem ministérios, diz mídia local
    Tags:
    ajuda humanitária, Michel Temer, Beirute, Líbano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar