07:32 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5523
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, anunciou ontem (30) na sua conta do Twitter a ampliação das sanções contra o Irã no domínio da venda de metais, visando limitar os programas nuclear, militar e de mísseis balísticos de Teerã.

    "Hoje, ampliei o âmbito das sanções contra o Irã relativas aos metais, visando os programas nuclear, militar e de mísseis balísticos. A transferência consciente de qualquer um destes 22 metais para o Irã é agora passível de sanção", escreveu Pompeo.

    "Nossa pressão continuará até que o Irã se comporte como uma nação normal", acrescentou o secretário de Estado dos EUA.

    O anúncio de Pompeo ocorre após o Irã lançar uma série de mísseis balísticos a partir de plataformas subterrâneas. Os lançamentos foram realizados durante o segundo dia da etapa final da 14ª edição dos exercícios militares Grande Profeta, conduzidos no sul do país.

    Além disso, no âmbito das manobras, caças Su-22 do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (CGRI) destruíram alvos na ilha iraniana Faror, localizada a 24 quilômetros da costa, na parte meridional do golfo Pérsico, com o uso de "uma ampla gama de bombas inteligentes".

    A 14ª edição dos exercícios Grande Profeta decorre na província iraniana de Hormozgan, bem como nas regiões ocidentais do estreito de Ormuz e do golfo Pérsico, em meio às contínuas tensões entre Teerã e Washington.

    Mais:

    Irã transporta maquete de porta-aviões dos EUA até o estreito de Ormuz (FOTOS)
    Irã anuncia que tomará medidas legais para condenar 'pirataria aérea dos EUA'
    Irã revela capacidades de novo míssil ar-terra para drones
    Tags:
    EUA, Mike Pompeo, Irã, Oriente Médio, programa de mísseis balísticos, programa nuclear, programas militares, sanções econômicas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar