20:13 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7614
    Nos siga no

    Um avião de passageiros da iraniana Mahan Air foi recentemente interceptado por dois caças norte-americanos de modelo F-15 durante voo regular para o Líbano sobre o espaço aéreo da Síria.

    O avião iraniano foi interceptado duas vezes pelas aeronaves militares dos Estados Unidos em um espaço de tempo de seis minutos, segundo publicou a emissora Press TV neste domingo (26).

    O fato ocorreu na quinta-feira (23), quando o avião da Mahan Air percorria o trajeto entre Teerã e Beirute. O Comando Central dos EUA afirmou que apenas um jato se aproximou do avião de passageiros para realizar uma inspeção de rotina para garantir a segurança do espaço aéreo acima das bases norte-americanas na Síria.

    A emissora iraniana Press TV, no entanto, citando fontes próprias, afirma que os jatos dos EUA interceptaram o avião iraniano uma vez sobre a região síria de Al-Tanf, onde estão localizadas as bases dos EUA, e novamente acima da fronteira entre a Síria e o Líbano.

    No Iêmen, um segurança do aeroporto internacional de Sanaa caminha em frente a um avião Airbus da companhia iraniana Mahan Air, em 1º de março de 2015.
    © AP Photo / Hani Mohammed
    No Iêmen, um segurança do aeroporto internacional de Sanaa caminha em frente a um avião Airbus da companhia iraniana Mahan Air, em 1º de março de 2015.

    A emissora disse que a segunda interceptação foi quando o piloto da Mahan Air teve que abruptamente baixar a altitude para evitar uma colisão, já depois de atravessar o espaço aéreo do Líbano. Ainda segundo a fonte ouvida pela emissora, os dois caças F-15 decolaram da base aérea jordaniana de al-Azraq.

    A Mahan Air disse que a interceptação ocorreu em um momento em que os passageiros já tinham permissão para soltar os cintos de segurança e muitos deles sofreram ferimentos quando o capitão teve que diminuir a altitude devido ao alerta de possível colisão.

    Militares americanos e rebeldes do Maghaweer al-Thawra, apoiado pelos EUA, em Al-Tanf, no sul da Síria (foto de arquivo)
    © AP Photo / Hammurabi's Justice News
    Militares americanos e rebeldes do Maghaweer al-Thawra, apoiado pelos EUA, em Al-Tanf, no sul da Síria (foto de arquivo)

    As Forças Armadas dos EUA disseram que seu caça conduziu a manobra a uma distância segura e em conformidade com as normas internacionais.

    O Irã apresentou uma queixa sobre o incidente à Organização Internacional de Aviação Civil e solicitou mais detalhes ao governo da Síria, enfatizando que a presença dos EUA na Síria, incluindo seu espaço aéreo, é ilegítima, pois não foi solicitada pelo governo sírio, nem autorizada pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

    Mais:

    Caça F-15 dos EUA intercepta avião de passageiros do Irã na Síria (VÍDEO)
    Irã qualifica como 'ato de terrorismo' escolta de avião de passageiros pelos EUA
    Em meio a tensões, Netanyahu emite alertas para Irã, Síria e Líbano
    Tags:
    Press TV, F-15, Estados Unidos, Irã, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar