08:18 29 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    92542
    Nos siga no

    Helicópteros de Israel atacaram alvos no sul da Síria, informaram as Forças de Defesa de Israel nesta sexta-feira (24).

    A operação teve como objetivo várias instalações do Exército da Síria no sul do país. A ação israelense foi uma resposta a um ataque que partiu do território sírio e que teria atingido as Colinas de Golã, território ocupado por Israel na fronteira com a Síria.

    "Hoje mais cedo, munições foram disparadas da Síria em direção a Israel. Em resposta, nossas aeronaves atingiram alvos militares no sul da Síria que pertencem às Forças Armadas Sírias", disseram as FDI por meio de sua conta no Twitter. 

    "Responsabilizamos o regime sírio e responderemos a qualquer violação da soberania israelense", acrescentaram as Forças de Defesa de Israel. 

    ​Hoje mais cedo, munições foram disparadas da Síria em direção a Israel. Em resposta, nossas aeronaves atingiram alvos militares no sul da Síria que pertencem às Forças Armadas Sírias. Responsabilizamos o regime sírio e responderemos a qualquer violação da soberania israelense

    O Ministério da Defesa da Síria, por sua vez, disse que o bombardeio israelense atingiu três posições na província Quneitra, deixando dois militares feridos. 

    Israel controla as Colinas de Golã desde a Guerra dos Seis Dias, de 1967, quando tomou a região da Síria. A anexação do território, considerado estratégico para a defesa israelense, no entanto, não é reconhecida pelas Nações Unidas. 

    Em março deste ano, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em gesto oposto ao da ONU, declarou apoio à soberania israelense sobre Golã.

    Mais:

    Sistema Cúpula de Ferro expõe agricultores a 'forte' radiação em Israel
    Irã qualifica como 'ato de terrorismo' escolta de avião de passageiros pelos EUA
    Caça F-15 dos EUA intercepta avião de passageiros do Irã na Síria (VÍDEO)
    Tags:
    oriente médio, conflito, forças armadas, Exército, Forças de Defesa de Israel (FDI), Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar