03:39 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    666
    Nos siga no

    A polícia israelense deteve 28 pessoas por perturbar a ordem pública durante os protestos contra o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, cujo julgamento por corrupção foi retomado neste domingo (19).

    Manifestações de grandes proporções contra o governo aconteceram na noite de sábado (18) em Jerusalém e no centro de Tel Aviv, com manifestantes bloqueando estradas e exigindo a renúncia do primeiro-ministro.

    "Em Tel Aviv, 13 pessoas foram detidas e em Jerusalém, 15 [foram detidas]", disse o porta-voz da polícia israelense, Mikhael Zingerman, em entrevista à Sputnik.

    Segundo Zingerman, após a parte principal do ato acabar, alguns manifestantes começaram a bloquear estradas e atacar policiais. Um policial foi golpeado no rosto, disse Zingerman, e latas de lixo foram incendiadas.

    Enquanto isso, o julgamento de Netanyahu avança em Jerusalém e procedimentos técnicos devem ser realizados ao longo do domingo (9). 

    O premiê responde a três acusações: corrupção, fraude e tráfico de influência. O tribunal parece ofuscar seu último mandato como chefe de governo.

    Mais:

    Macron pede que Israel abandone anexação da Cisjordânia em meio a clamor internacional
    Manifestantes vão às ruas em Israel e Netanyahu anuncia auxílio para autônomos (FOTOS)
    Israel reconfigura Força Aérea com novo esquadrão
    Israel desenvolve sistema de inteligência artificial contra operadores de drones
    Em Israel, manifestantes vão às ruas pedindo a renúncia de Netanyahu
    Tags:
    polícia, Benjamin Netanyahu, protesto, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar