03:37 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1110
    Nos siga no

    As forças sudanesas prenderam cerca de 160 pessoas que se preparavam para cruzar a fronteira com a Líbia para lutar como mercenárias nos conflitos em curso no país vizinho.

    A informação foi divulgada neste domingo (19) por um grupo paramilitar ligado ao governo do Sudão, citado pela AFP.

    "As forças de segurança conjuntas estacionadas na fronteira prenderam 160 pessoas, incluindo duas estrangeiras, que iriam combater como mercenárias na Líbia", afirmaram as Forças de Apoio Rápido (RSF).

    De acordo com a agência, o grupo, ligado ao general Mohamed Hamdan Dagalo, um responsável do Conselho de Transição do Sudão, não precisou onde exatamente esses combatentes pretendiam atuar na Líbia, nem a nacionalidade dos dois estrangeiros detidos.

    O Sudão está passando por uma frágil transição democrática após os massivos protestos que levaram à destituição do presidente Omar al-Bashir em abril de 2019 pelo exército.

    Mais:

    Em busca da paz: mais um país está prestes a entrar na guerra na Líbia
    França suspende participação em missão da OTAN devido à conduta da Turquia na Líbia
    Alemanha, França e Itália ameaçam impor sanções por violação de embargo de armas na Líbia
    Tags:
    AFP, África, mercenários, guerra, conflito, Sudão, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar