07:37 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5473
    Nos siga no

    No início deste mês, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Abbas Mousavi, deu a entender que o país está disposto a continuar com o fornecimento de combustível à Venezuela, se Caracas precisar.

    O major-general e chefe do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC), Hossein Salami, elogiou a determinação de Teerã de enviar petroleiros para a Venezuela não obstante ameaças dos EUA de tomarem medidas contra os dois países.

    "Mostramos a nossa força, e nossa maior demonstração de poder foi a imposição da nossa vontade [sobre os inimigos] e a navegação [de petroleiros] do golfo Pérsico para a Venezuela", disse nesta quarta-feira (10) aos jornalistas major-general iraniano.

    Salami afirmou também que, atualmente, o Irã está "testemunhando o rápido declínio de nossos grandes inimigos, particularmente os EUA".

    As afirmações do chefe do IRGC surgem na sequência dos comentários de Abbas Mousavi que indicou que a República Islâmica está disposta a continuar o fornecimento de combustível à Venezuela se Caracas o solicitar, acrescentando que seu país está exercendo "seus direitos de livre comércio com a Venezuela".

    Boas-vindas ao petroleiro iraniano Fortune na refinaria El Palito, na Venezuela (foto de arquivo)
    © Sputnik / Marco Teruggi
    Boas-vindas ao petroleiro iraniano Fortune na refinaria El Palito, na Venezuela (foto de arquivo)

    Recentemente, a Venezuela recebeu cinco petroleiros iranianos carregados de combustíveis para satisfazer a demanda interna, perfazendo um total de 1,53 milhão de barris de gasolina e outros hidrocarbonetos.

    Todos os petroleiros foram escoltados pela Marinha e Força Aérea da Venezuela após entrarem nas águas territoriais venezuelanas, uma vez que os EUA ameaçaram usar a força para impedir a chegada dos navios aos portos venezuelanos.

    Mais:

    Diplomata da UE questiona EUA: saíram do acordo com o Irã, como pedem por sanções?
    Irã constrói protótipo de porta-aviões dos EUA para possível simulação de ataque (FOTOS)
    Irã aguarda que Rússia e China resistam ao plano dos EUA de embargo de armas, diz Rouhani
    Tags:
    EUA, sanções, combustível, Venezuela, Hossein Salami, Corpo de Guardas da Revolução Islâmica (IRGC), petroleiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar