06:25 24 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8824
    Nos siga no

    Veículos de comunicação sírios atribuíram muitos destes ataques aéreos à Força Aérea israelense. No entanto, Tel Aviv não comentou estas alegações, dando apenas insinuações vagas de que poderia estar por trás dos ataques.

    A empresa privada de inteligência ImageSat divulgou uma série de imagens de satélite que alegadamente mostram a extensão dos danos causados a instalações da Síria pelos ataques aéreos que atingiram o país entre 31 de março e 27 de abril.

    Um conjunto de imagens exibiria a destruição na base aérea de Shayrat, localizada na região de Homs, na sequência do ataque aéreo ocorrido no dia 31 de março.

    A atividade de caça MiG-23 é detectada na base aérea de Shayrat. A base foi reparada e voltou a operar duas semanas depois do ataque aéreo maciço.

    De acordo com as imagens, o ataque destruiu equipamento de navegação, deixando várias crateras. Porém, todos os estragos já foram reparados.

    Outras imagens foram postadas da alegada destruição de ataques aéreos perto da cidade de Al-Sukhnah, localizada no leste da região de Homs. A incursão aérea teria alegadamente destruído metade de um armazém no caminho para Palmira.

    De acordo com a empresa de inteligência ImageSat, que não especificou a fonte informativa, o edifício era usado para armazenar mísseis ou outras armas avançadas.

    ImageSat divulgou também imagens de satélite que supostamente mostram as consequências do ataque aéreo no aeroporto militar de al-Mazzeh, localizado perto de Damasco, no dia 27 de abril. As fotos exibem uma cratera que surgiu na alegada entrada para a parte subterrânea das instalações, comparando com imagens de novembro de 2019, quando o local foi atacado da última vez.

    No passado, Israel reconheceu a responsabilidade por alguns desses ataques aéreos, alegando ter como alvo as forças do Irã ou seus representantes na Síria, algo que tanto Damasco como Teerã negam.

    Mais:

    Objetivo de Israel é expulsar Irã da Síria nos próximos 12 meses, afirma ministro da Defesa
    Israel estaria utilizando aviões civis como 'escudo' para efetuar ataques de mísseis na Síria
    Israel diz que 'não vai parar' de atacar forças do Irã na Síria, aumentando tensões entre os países
    Tags:
    Força Aérea de Israel, base aérea, Síria, Oriente Médio, Irã, Israel, ataque aéreo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar