14:19 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6423
    Nos siga no

    A Marinha do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC) anunciou que o Irã conseguiu modificar seus mísseis navais, aumentando o alcance para 700 quilômetros, sem ajuda de outras nações.

    "Houve uma época em que o maior alcance dos nossos mísseis navais não ultrapassava 45 quilômetros, e mesmo isso foi conseguido com a ajuda de conselheiros militares americanos", disse o brigadeiro-general iraniano Alireza Tangsiri, citado pela Press TV.

    "No entanto, nós desenvolvemos mísseis subsuperfície e superfície-superfície com um alcance de 700 quilômetros, que foram inteiramente fabricados pelas elites militares nacionais", acrescentou o comandante da Marinha iraniana.

    Durante o discurso, Tangsiri afirmou que a presença de tropas estrangeiras é a causa da insegurança na região.

    "Onde quer que os norte-americanos tenham estado presentes, a insegurança se tem seguido, e não conhecemos nenhum lugar onde a presença dos norte-americanos tenha levado a segurança", destacou.

    Míssil S-200 iraniano durante exercício militar em Bushehr, no Irã (foto de arquivo)
    © AP Photo / Amir Kholousi / ISNA
    Míssil S-200 iraniano durante exercício militar em Bushehr, no Irã (foto de arquivo)

    Tangsiri também comentou o recente incidente naval entre a Marinha do IRGC e os navios de guerra dos EUA no golfo Pérsico, observando que a presença dos norte-americanos no Golfo levou a um grande aumento no número de incidentes marítimos.

    Anteriormente, o ministro iraniano da Defesa, Amir Hatami, anunciou que as forças do país adquiriram três drones com capacidade de combate e autonomia de 1.500 quilômetros, podendo operar a mais de 13.700 metros de altitude.

    Mais:

    Irã exige retirada de forças estrangeiras do golfo Pérsico após tensão com EUA
    Forças iranianas monitoram navios da Marinha dos EUA no golfo Pérsico (VÍDEO)
    Forças iranianas advertem que país pode responder a qualquer provocação dos EUA
    Tags:
    golfo Pérsico, Alireza Tangsiri, Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, Marinha do Irã, Irã, míssil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar