11:14 26 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)
    9181
    Nos siga no

    O Irã nunca pedirá ajuda aos Estados Unidos na luta contra o novo coronavírus, disse nesta segunda-feira (6) o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Abbas Mousavi.

    O líder supremo, aiatolá Ali Khamenei, rejeitou ofertas de Washington de assistência humanitária ao Irã, o país do Oriente Médio até agora mais afetado pelo coronavírus, com 3.739 mortes e 60.500 pessoas infectadas.

    "O Irã nunca pediu e não pedirá aos EUA que ajudem Teerã na luta contra o surto [...] Mas os EUA devem suspender todas as suas sanções ilegais contra o Irã", disse Mousavi em entrevista coletiva.

    As tensões entre os dois países estão altas desde 2018, quando o presidente dos EUA, Donald Trump, encerrou um acordo de 2015 que suspendeu as sanções contra o Irã em troca de restrições ao seu programa nuclear. Washington reativou sanções que prejudicaram a economia iraniana.

    As autoridades iranianas dizem que as sanções dos EUA dificultaram seus esforços para conter o surto, instando outros países e ONU a interceder pelo fim do bloqueio econômico estadunidense, informa a agência de notícias Reuters. 

    "Eles [os EUA] estão tentando forçar Teerã a aceitar negociações com os EUA", disse Mousavi.

    Tema:
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)

    Mais:

    Irã vai começar a construir destróier de 6.000 toneladas neste ano, revela militar
    Biden pede menos sanções dos EUA ao Irã: não faz sentido agravar fracasso com crueldade
    China irá fornecer mais de 80 milhões de máscaras à Rússia
    Irã desenvolve seu próprio sistema de detecção rápida da COVID-19
    Que rumo irá tomar a economia mundial após a pandemia?
    Tags:
    Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar