11:14 26 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4372
    Nos siga no

    Recentemente, militares norte-americanos instalaram o sistema de defesa antimísseis Patriot na base de Ain Al-Asad, no Iraque, com o objetivo de "proteger a área de um possível ataque iraniano".

    Nesta segunda-feira (6), a Reuters reportou citando fontes, que foguetes haviam atingido áreas próximas de petrolíferas estrangeiras em Basra, no Iraque.

    Segundo a polícia, foguetes Katyusha foram lançados durante a madrugada e atingiram uma área residencial e um quartel-general de operações ao oeste de Basra.

    Até o momento, não há registros sobre vítimas.

    O ataque às petrolíferas ocorre nesta segunda-feira, enquanto os preços do petróleo seguem em queda com o atraso das negociações entre Arábia Saudita e Rússia sobre cortes na produção de petróleo, mantendo preocupações sobre o excesso de oferta.

    Trabalhador iraquiano no campo de petróleo Nihran Bin Omar, ao sul de Bagdá (foto de arquivo)
    © AP Photo / Nabil al-Jurani
    Trabalhador iraquiano no campo de petróleo Nihran Bin Omar, ao sul de Bagdá (foto de arquivo)

    Anteriormente, as partes haviam agendado novas negociações para o dia 6 de abril, mas foram adiadas para o dia 9.

    Os preços do petróleo sofreram a pior queda em décadas, depois que a Arábia Saudita e a Rússia não chegaram a um acordo sobre os cortes de produção devido à crise da COVID-19.

    Inicialmente, a Rússia propôs a manutenção dos níveis de corte de produção acordados anteriormente, entretanto a Arábia Saudita e seus aliados sugeriram cortes adicionais, fazendo com que a Rússia rejeitasse a proposta e com que Riad cancelasse os acordos anteriores. Além disso, Riad anunciou um aumento de 25% na produção.

    Mais:

    Trump: Arábia Saudita e Rússia querem fazer acordo e terminar guerra de preços do petróleo
    Semana começa com nova queda do barril de petróleo
    Petróleo registra preço negativo no mercado norte-americano
    Tags:
    EUA, ataque, foguete, petróleo, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar