12:36 20 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    9466
    Nos siga no

    Defesa russa diz que patrulha conjunta russo-turca enfrentou provocações de terroristas na província síria de Idlib.

    Em declaração, o Ministério da Defesa da Rússia anunciou:

    "O trajeto da patrulha conjunta foi encurtado devido a provocações planejadas por grupos extremistas não controlados pela Turquia. Os terroristas tentaram usar civis, incluindo mulheres e crianças, como escudos humanos."

    Ainda de acordo com o órgão, o Centro Conjunto de Coordenação Rússia-Turquia decidiu encurtar o percurso para evitar incidentes que pudessem afetar civis sírios.

    Além disso, "foi dado mais tempo ao lado turco para tomar medidas, neutralizar os grupos terroristas e garantir a segurança das missões de patrulha conjuntas na rodovia M4", segundo o ministério.

    Patrulha conjunta

    Neste domingo (15), forças russas e turcas iniciaram uma operação conjunta na rodovia M4, na zona desmilitarizada de Idlib.

    A medida foi uma decisão do presidente russo, Vladimir Putin, e de seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan.

    Os presidentes também acertaram um cessar-fogo na Síria, o que diminuiu os confrontos no país árabe.

    Mais:

    Putin diz que chegou a acordo com Erdogan sobre cessar-fogo em Idlib, na Síria
    EUA responderão com sanções se Rússia e Síria romperem cessar-fogo em Idlib
    Putin recebe Erdogan em Moscou e declara que 'ninguém sabia o paradeiro' das tropas turcas na Síria
    Tags:
    escudo humano, Turquia, Rússia, patrulha, guerra síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar