15:00 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1246
    Nos siga no

    O governo dos EUA teria coletado informações convincentes de que o Talibã não pretende cumprir as promessas que fizeram no acordo recentemente assinado com Washington, segundo mídia.

    "Eles [combatentes do Talibã] não têm a intenção de cumprir o seu acordo", disse à NBC News um funcionário americano informado sobre inteligência que dois outros descreveram como evidência que explicita as intenções do Talibã.

    De acordo com a fonte, os relatórios de inteligência coincidem com declarações do Talibã (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países) no Paquistão de que o grupo vê o processo de paz como uma oportunidade para assegurar a retirada dos "invasores" americanos.

    Depois disso, o grupo terrorista supostamente pretende atacar o "governo afegão apoiado pelos EUA".

    Washington se comprometeu a reduzir o número de tropas no país asiático para 8.600 soldados. O secretário de Estado norte-americano Mike Pompeo expressou na quinta-feira (5) a confiança que a liderança talibã está fazendo todo o possível para implementar o acordo.

    O líder da delegação Talibã, Abdul Ghani Baradar assinando o acordo de paz com o emissário dos EUA para o Afeganistão, Zalmay Khalilzad, no Qatar
    © REUTERS . Ibraheem Al Omari
    O líder da delegação Talibã, Abdul Ghani Baradar assinando o acordo de paz com o emissário dos EUA para o Afeganistão, Zalmay Khalilzad, no Qatar

    No dia 29 de fevereiro, os EUA e o Talibã assinaram em Doha, capital do Qatar, o primeiro acordo de paz em mais de 18 anos de guerra. O acordo prevê a retirada das tropas estrangeiras do Afeganistão dentro de 14 meses e o início do diálogo interafegão após o acordo sobre a troca de prisioneiros.

    Dias após a assinatura do acordo, as Forças Armadas dos EUA declararam que realizaram um ataque aéreo retaliatório contra o Talibã em Nahr-e Saraj, no Afeganistão, em 4 de março.

    Mais:

    Estados Unidos e Talibã assinam acordo de paz no Qatar
    EUA vão retirar todas as tropas do Afeganistão em 14 meses, segundo mídia
    EUA realizam ataque aéreo contra Talibã no Afeganistão
    Tags:
    Afeganistão, acordo de paz, EUA, Talibã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar