08:11 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7560
    Nos siga no

    Unidades da Polícia Militar da Rússia entraram na cidade de Saraqeb, no noroeste da Síria, para garantir a segurança da região, informou o Centro Russo de Reconciliação síria através de comunicado.

    "Considerando a importância do movimento seguro de transporte e da população ao longo das estradas M4 - M5, várias unidades da polícia militar russa foram destacadas para a cidade síria de Saraqeb em 2 de março a partir das 17h, horário local", disse o comunicado.

    A cidade de Saraqeb está localizada no cruzamento das rotas internacionais M4 (Latakia-Aleppo) e M5 (Damasco-Aleppo).

    • Uma estrada na cidade síria de Saraqeb.
      Uma estrada na cidade síria de Saraqeb.
      © Sputnik / Basel Shartouh
    • Uma estrada na cidade síria de Saraqeb.
      Uma estrada na cidade síria de Saraqeb.
      © Sputnik / Basel Shartouh
    • A cidade síria de Saraqeb.
      A cidade síria de Saraqeb.
      © Sputnik / Basel Shartouh
    1 / 3
    © Sputnik / Basel Shartouh
    Uma estrada na cidade síria de Saraqeb.

    Antes do exército sírio liberar Saraqeb e recuperar o controle das estradas estratégicas, a comunicação entre Damasco e Aleppo era feita através de um desvio das estradas, o que aumentava significativamente o tempo de viagem.

    A Síria passa por um conflito desde março de 2011, no qual as forças do governo enfrentam grupos armados de oposição e organizações terroristas. A solução do conflito segue sendo negociada em duas plataformas, a de Genebra, sob os auspícios da ONU, e a de Astana (antigo nome da capital do Cazaquistão, hoje Nursultan), co-patrocinada por Rússia, Turquia e Irã.

    Mais:

    Acordo com a Turquia: Polícia Militar da Rússia continua patrulha na Síria
    Polícia Militar russa vai manter patrulhamento em Aleppo
    Polícia militar russa segue patrulhando fronteira entre Síria e Turquia
    Tags:
    Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar