12:38 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    120
    Nos siga no

    As autoridades iraquianas proibiram seus cidadãos de viajar para países onde o número de casos de coronavírus (COVID-19) está aumentando.

    Essa seria uma decisão da comissão formada pelo governo iraquiano para combater o coronavírus, segundo informação obtida pela Sputnik.

    Os países listados pelo governo do país na proibição foram Japão, Coreia do Sul, Tailândia, Singapura, Itália, Kuwait e Bahrein. A proibição não se aplica a membros de delegações oficiais e missões diplomáticas.

    Além disso, foi tomada a decisão "de fechar todos os locais públicos, incluindo cinemas, cafés e clubes, para que não realizem eventos públicos de 27 de fevereiro a 7 de março".

    As aulas em escolas e universidades também foram canceladas pelo mesmo período e foi proibida a realização de reuniões públicas em todo o país.

    Na segunda-feira (24), Bagdá anunciou o primeiro caso de coronavírus. A doença foi diagnosticada em um cidadão iraniano, um estudante de um estabelecimento educacional religioso que veio estudar na província de Najaf, região sudoeste do Iraque.

    Mais tarde, a doença foi descoberta em mais quatro pessoas de uma família que retornou de uma viagem ao Irã.

    Mais:

    EUA vão usar coronavírus para pressionar Irã, diz alto responsável iraniano
    Dos 20 casos suspeitos de coronavírus no Brasil, 12 são de pacientes que estiveram na Itália
    Argentina não mudará protocolos de saúde em função de caso de coronavírus no Brasil
    Ministério da Saúde agiu corretamente com brasileiro com COVID-19, diz sanitarista
    Tags:
    COVID-19, Kuwait, Itália, Japão, Coreia do Sul, Singapura, Iraque, Tailândia, Bahrein
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar