08:05 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6150
    Nos siga no

    O governo do Irã anunciou o envio de 2 milhões de máscaras à China com o objetivo de ajudar no combate ao surto do novo coronavírus.

    O anúncio do envio dos materiais foi feito pelo ministro da Saúde do Irã, Saeed Namaki, nesta sexta-feira (7).

    "Vamos entregar dois milhões de máscaras em dois lotes como ajuda humanitária. O primeiro milhão já foi enviado", disse o ministro segundo publicado pela agência iraniana de notícias Fars.

    Na quinta-feira (6), o governo da Rússia também anunciou envio de ajuda humanitária à China devido à disseminação do vírus.

    O surto do coronavírus, relatado pela primeira vez na cidade chinesa de Wuhan, está em andamento desde o final de dezembro de 2019. As mortes em decorrência do vírus já passaram de 600 e os infectados pelo vírus já passam de 30 mil.

    Para combater a disseminação do vírus, o governo chinês tem pedido aos seus cidadãos que utilizem máscaras, o que gerou aumento da procura do acessório no país. Além disso, a China construiu hospitais em tempo recorde e colocou dezenas de milhões de pessoas em quarentena, isolando cidades inteiras.

    Apesar dos esforços, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou uma emergência de saúde internacional na quinta-feira (30) devido ao avanço do vírus.

    Mais:

    Rússia envia ajuda humanitária à China devido ao coronavírus
    Xi Jinping diz a Trump que China está 'confiante e capaz' de combater coronavírus
    Coronavírus: preços por máscaras e luvas crescem mais de 20 vezes, alerta OMS
    Tags:
    OMS, Irã, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar