11:10 10 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    460
    Nos siga no

    Porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã declarou que as sanções americanas contra seu país não irão mudar os planos iranianos quanto ao uso da energia nuclear.

    Após os EUA terem imposto sanções contra o chefe do programa nuclear iraniano, Ali Akbar Salehi, o porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã, Behrouz Kamalvandi, disse que a medida de Washington não teria qualquer efeito.

    "Se estas sanções tivessem algum efeito no Irã, isso teria levado a República Islâmica a rever seu programa nuclear, mas é óbvio que isso não só não acontecerá, como o Irã buscará o desenvolvimento de seu programa nuclear com maior seriedade", declarou Kamalvandi, citado pela agência Mehr.

    Além disso, segundo a autoridade persa, as ditas sanções aumentam a determinação iraniana em desenvolver o programa.

    'Ruído na mídia'

    Kamalvandi também ressaltou que as sanções contra Salehi não poderiam ter efeito visto que seu objetivo era privar Salehi de ativos nos EUA, algo que Salehi não possui.

    "Os EUA sancionam pessoas para bloquear seus bens, mas Salehi não tem bens nos EUA. Sendo assim, essas sanções, que não têm respaldo internacional, não possuem nenhum valor prático ou garantia e só podem causar um pouco de ruído na mídia e nas esferas políticas", afirmou.

    Mais:

    Pentágono diz que 50 americanos sofreram traumatismo cranioencefálico após ataque do Irã
    'Delirante': Irã critica plano de paz de Trump para Israel e Palestina e sugere referendo
    Daesh estaria aproveitando tensões entre EUA e Irã para intensificar ataques
    Tags:
    EUA, Behrouz Kamalvandi, sanções, Ali Akbar Salehi, Irã, programa nuclear iraniano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar