03:14 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11162
    Nos siga no

    General americano justificou o sucesso do ataque do grupo terrorista Al-Shabaab contra base dos EUA no Quênia como falha de segurança do local.

    "Acho que é óbvio que não estávamos tão preparados lá em Manda Bay quanto precisávamos", publicou a fala do comandante do Comando das Forças Armadas dos EUA na África, o general Stephen Townsend, o portal Military.com.

    A declaração foi feita em referência ao ataque do Al-Shabaab (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países) perpetrado no último dia 5 contra a base militar Camp Simba, no Quênia, que resultou na morte de três americanos e na destruição de diversas aeronaves.

    Ainda segundo a mídia, Townsend disse que os militares americanos na África "estão sendo colocados em um nível de defesa apropriado", e que a base em Manda Bay passará a ser melhor defendida.

    Zona turística

    O fato de a base estar localizada em uma zona turística no país africano teria sido a razão para americanos e quenianos subestimarem as capacidades do grupo terrorista.

    "É um resort [...] Nós víamos isso, assim como os quenianos, como uma área segura", declarou o militar.

    Mais:

    Dois leões travam uma batalha feroz pelo coração de uma fêmea no Quênia
    Sobrevivente do 11/09 morre durante ataque terrorista no Quênia, segundo relatos
    Explosão e tiroteios atingem complexo hoteleiro na capital do Quênia; há 3 mortos
    Tags:
    segurança, general, Stephen Townsend, EUA, base militar, Al-Shabaab, falha, ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar