14:47 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    14835
    Nos siga no

    Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ameaçou usar poder militar, dentre outras opções, caso situação na província síria de Idlib não volte ao normal.

    "Nós não vamos ficar vendo a situação na Síria [...] Nós não hesitaremos em fazer o que for, incluindo usar o poder militar [...] Faremos o que for necessário quando alguém está ameaçando o nosso território. Nós não teremos outra alternativa além de tomar o mesmo caminho de novo se a situação em Idlib não voltar ao normal rapidamente", publicou as palavras de Erdogan o canal NTV.

    A declaração do presidente turco se deu logo após o Exército sírio avançar sobre pontos estratégicos na província de Idlib.

    Os avanços têm logrado considerável sucesso para as forças do governo da Síria.

    Nesta sexta-feira (31), o Exército sírio expandiu suas operações pelo oeste da rodovia internacional de Aleppo e Hama, assim como retomou a cidade de Hayysh e diversos vilarejos entre Khan Shaykhun e Maarat al-Numan, conforme publicou a agência SANA.

    Os avanços fazem parte de um esforço de Damasco para combater a presença de grupos terroristas e forças rebeldes.

    Intervenção militar

    No ano passado, a Turquia conduziu a operação militar intitulada de Fonte de Paz dentro do território sírio contra forças curdas.

    A ação resultou na realização de patrulhas conjuntas entre Ancara e Moscou na fronteira do país com a Síria para reduzir as tensões na região.

    Mais:

    Correspondente do RT fica gravemente ferida durante reportagem na Síria
    Defesa russa classifica como hipócrita 'preocupação' de Pompeo com 'população civil' síria
    VÍDEOS mostram tanques T-72 em suposto ataque a instalações de terroristas na Síria
    Tags:
    Idlib, curdos, força militar, Recep Tayyip Erdogan, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar