23:35 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    592
    Nos siga no

    A decisão norte-americana de adotar sanções contra o chefe do programa nuclear do Irã, Ali Akbar Salehi, demonstra o "desespero" de Washington e não refletirá sobre o programa, alegou a mídia estatal do país.

    As sanções são um "sinal do desespero da América" ​​e fazem parte do "jogo político desempenhado por Washington", disse Behrouz Kamalvandi, porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã (AEOI) à agência de notícias Fars.

    "Essas sanções não têm valor e são medidas infantis", disse o oficial, acrescentando que "não terão impacto" sobre o programa nuclear civil do país. Segundo Kamalvandi, o programa "continuará com força total com base nas necessidades do Irã".

    Os EUA anunciaram nesta quinta-feira novas sanções contra a AEOI e o seu chefe, Ali Akbar Salehi, em uma nova tentativa de aumentar a pressão sobre o Irã, desde que Washington abandonou, de forma unilateral, o acordo nuclear com o Irã em 2015.

    Em função disso, o Irã, de modo gradual, decidiu não respeitar mais os compromissos assumidos no âmbito do acordo.

    O governo de Donal Trump acusa Salehi de tentar produzir armas nucleares, embora diversas avaliações realizadas pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) demonstrem o contrário.

    Tags:
    programa nuclear iraniano, sanções, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar