08:13 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4121
    Nos siga no

    No começo de janeiro deste ano, o presidente iraniano Hassan Rouhani afirmou que Teerã busca estabilizar a situação na região e fortalecer o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês).

    O presidente iraniano Hassan Rouhani declarou que Teerã nunca buscaria obter armas nucleares, com ou sem o acordo nuclear de 2015.

    "Nunca almejamos armas nucleares […] Com ou sem o acordo nuclear nós jamais buscaremos armas nucleares [...] As potências europeias serão responsáveis pelas consequências da violação do pacto", afirmou o líder iraniano.

    A declaração foi feita uma semana após Rouhani ter recusado a proposta de discutir um novo acordo, classificando-o como uma oferta "estranha", acusando o presidente norte-americano de falhar em manter suas promessas.

    Rouhani comentou o pedido do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, feito a Donald Trump para substituir o JCPOA por um novo pacto para impedir o país persa de desenvolver armas nucleares.

    Além disso, Javad Zarif, ministro de Relações Exteriores do Irã, avisou que "depende da Europa" o JCPOA continuar válido após a aplicação do mecanismo de resolução de disputas, lançado pelos signatários europeus do acordo. Zarif salientou que o Irã está pronto para reverter as medidas de supressão das limitações restantes previstas no JCPOA, uma vez que a Europa retome seu comprimento do acordo.

    Em 5 de janeiro, o governo iraniano anunciou que não respeitaria mais os limites impostos pelo acordo, que foi estabelecido para reduzir consideravelmente o programa nuclear iraniano. Em troca, as sanções internacionais contra o país seriam removidas.

    Mais:

    EUA fazem 'malabarismo semântico' para vincular Irã ao terrorismo, diz especialista
    Governo dos EUA tem medo do seu povo, diz ativista ao anunciar atos contra guerra com o Irã
    Coreia do Norte não está 'obrigada' a restringir testes nucleares ou de mísseis, diz diplomata
    Tags:
    arma nuclear, JCPOA, Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar