06:58 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12614
    Nos siga no

    Secretário do Exército dos EUA declarou que seu país pretende enviar novos armamentos para o Oriente Médio, afirmando que não subestima as capacidades militares do Irã.

    "Eles são um inimigo muito capaz. Eles têm armamentos que podem atacar e atingir os americanos. Por isso, estamos buscando armamentos adicionais que poderíamos enviar para a região", disse Ryan McCarthy, secretário do Exército americano a jornalistas ontem (15).

    Segundo publicou o portal Military.com, McCarthy não detalhou que tipos de armamentos deverão ser enviados, mas ressaltou que entre eles poderiam estar sistemas antimísseis para prevenir possíveis ataques do Irã.

    Ataques

    Desde o mês passado, os EUA aumentaram sua presença no Oriente Médio com mais 9.000 militares. A medida foi tomada logo após a embaixada do país em Bagdá, Iraque, ter sido atacada por manifestantes iraquianos. Para Washington, a ação foi orquestrada pelo Irã.

    Para além disso, bases militares usadas pelos EUA no Iraque foram alvo de um ataque de mísseis vindo do Irã.

    Embora as tropas americanas não tenham registrado baixas durante o bombardeio, as bases sofreram danos materiais.

    Mais:

    Irã terá urânio suficiente para construir bomba atômica em um ano, diz relatório israelense
    Surge VÍDEO que mostraria embaixador do Reino Unido em manifestação ilegal no Irã
    Professor é demitido após ironizar que Irã deveria listar 52 potenciais alvos nos EUA
    Tags:
    ataques, sistema antimísseis, tropas, EUA, EUA no Iraque, Irã, Oriente Médio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar