14:13 14 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3131
    Nos siga no

    O líder do Exército Nacional Líbio (LNA), marechal Khalifa Haftar, chegou a Moscou, na Rússia, neste domingo, para uma negociação com o primeiro-ministro do Governo do Acordo Nacional (GNA) da Líbia, Fayez Sarraj.

    De acordo com uma fonte familiarizada com as preparações para essa possível reunião, Sarraj deve chegar à capital russa nesta segunda-feira.

    "Khalifa Haftar já chegou a Moscou. Sarraj chegará lá na segunda-feira. Eles devem ter negociações em Moscou", disse a fonte.

    Mais cedo, o chefe do Grupo de Contato Russo para resolução da crise na Líbia, Lev Dengov, explicou que os dois líderes eram aguardados em Moscou para discutir a possibilidade de assinar um acordo oficial de cessar-fogo para o país norte-africano, afetado por conflitos desde o assassinato do então chefe de Estado Muammar Kadhafi, em 2011. 

    "Eles vão se reunir com as autoridades russas individualmente, bem como com representantes da delegação turca, que está cooperando com a Rússia nesta área. Provavelmente, representantes dos Emirados Árabes Unidos e do Egito atuarão como observadores durante as negociações ", disse Dengov, sem precisar se Haftar e Sarraj concordarão com um contato direto em Moscou. 

    ​Atendendo a apelos da Rússia e da Turquia, o Exército Nacional Líbio anunciou ontem que respeitaria um regime de cessar-fogo a partir da primeira hora deste domingo na parte ocidental da Líbia, e pediu que o Governo do Acordo Nacional fizesse o mesmo. Mas, horas depois do anúncio, a trégua foi violada, com as duas partes trocando acusações sobre quem teria desrespeitado o cessar-fogo primeiro.

    Mais:

    ONU: apoio estrangeiro às partes em conflito na Líbia vai agravar situação
    Turquia anuncia envio de tropas à Líbia por 'coordenação e estabilidade'
    Líbia de Haftar pede ajuda militar ao Egito
    Tags:
    Exército Nacional Líbio, Governo do Acordo Nacional, Fayez al-Sarraj, LNA, GNA, Muammar Kadhafi, Moscou, Rússia, Líbia, Khalifa Haftar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar