07:49 10 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11191
    Nos siga no

    Dois militares dos Estados Unidos foram mortos e outros dois ficaram feridos após explosão de uma bomba na província de Kandahar, no sul de Afeganistão, informou em comunicado a coalizão liderada pelos EUA em Cabul.

    Os militares morreram quando o seu veículo atingiu um dispositivo explosivo improvisado. Entre 12.000 e 13.000 militares dos EUA encontram-se atualmente cumprindo serviço no Afeganistão como parte de uma missão da OTAN liderada por Washington com o objetivo de treinar, prestar assistência e suporte às forças afegãs, escreve a CNN.

    No fim de dezembro, o mesmo grupo terrorista afegão reivindicou a responsabilidade pela morte do sargento Michael J Goble, que faleceu no resultado de ferimentos sofridos durante as operações.

    Desde o início da guerra, a mais longa dos EUA (começou em 2001), no total já morreram mais de 2.400 militares norte-americanos.

    O ano passado foi o mais mortal nos últimos cinco anos para as tropas estadunidenses, tirando vida de 23 militares durante as operações no país.

    De acordo com várias fontes, os talibãs assumiram a responsabilidade pelo ataque.

    O Afeganistão vive uma situação de instabilidade devido aos ataques do Talibã e, desde 2015, do grupo terrorista Daesh (organização proibida na Rússia e em outros países) apesar da forte presença militar dos EUA e de seus aliados.

    Mais:

    Países islâmicos devem se unir contra 'terror econômico' dos EUA, afirma presidente do Irã
    Após invasão de embaixada dos EUA no Iraque, Mike Pompeo altera agenda internacional
    Tags:
    grupos terroristas, explosão, Talibã, militares, Afeganistão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar