05:59 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12141
    Nos siga no

    Vídeo captado por câmera de segurança mostra o momento em que o míssil é lançado, seguido por uma explosão. Imagens seriam do míssil que atingiu o Boeing 737-800 ucraniano em 8 de janeiro.

    O veículo de mídia oposicionista iraniano, Iran News Wire, publicou em sua conta no Twitter um vídeo, no qual é captado o momento do lançamento de um míssil, que teria supostamente atingido o Boeing 737-800 da Ukraine International Airlines, vitimando todas as 176 pessoas a bordo.

    ​Vídeo mostra lançamento de míssil do regime iraniano [sic] contra a aeronave comercial ucraniana, voo PT752, que matou 176 pessoas. A pessoa que publicou o vídeo disse que não havia revelado as imagens antes por medo das instituições de segurança do regime. 

    O Boeing ucraniano caiu no dia 8 de janeiro, alguns minutos após decolar do aeroporto Imã Khomeini na capital iraniana, Teerã, em consequência de falha dos militares iranianos.

    Neste sábado (11), o comandante da Força Aeroespacial do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, Amir Ali Hajizadeh, afirmou que o operador do sistema de defesa antiaérea teria confundido a aeronave ucraniana com um míssil de cruzeiro.

    Fotografias de estudantes mortos no acidente com o avião da Ukranian International Arlines, em um alojamento estudantil de Toronto, no Canadá
    © REUTERS / Chris Helgren
    Fotografias de estudantes mortos no acidente com o avião da Ukranian International Arlines, em um alojamento estudantil de Toronto, no Canadá

    O Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica se responsabilizou pela tragédia. O Estado-Maior iraniano notou que o incidente ocorreu em contexto de tensões com os EUA após o assassinato do general Qassem Soleimani.

    Poucas horas antes da queda do Boeing, o Irã havia lançado mísseis contra bases dos EUA no Iraque e aguardava possível retaliação dos EUA.

    Mais:

    Caixas-pretas do avião ucraniano são mostradas pelo Irã em VÍDEO
    Secretário do Tesouro dos EUA confirma novas sanções contra Irã
    EUA buscaram assassinar outro militar do Irã no mesmo dia da morte de Soleimani, diz jornal
    Tags:
    Qassem Soleimani, tensões, EUA, míssil de cruzeiro, Boeing 737, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar