10:21 31 Março 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6511
    Nos siga no

    De acordo com a emissora japonesa NHK, as aeronaves coletarão e reportarão informações que ajudarão a garantir a segurança das embarcações comerciais que possuem laços com o Japão.

    Dois aviões de patrulha marítima Lockheed P-3 Orion da Marinha japonesa foram enviados ao Oriente Médio para uma missão prolongada destinada à obtenção de informações que possam garantir a segurança de passagem de embarcações comerciais, informou a NHK.

    O patrulhamento ocorrerá no golfo de Omã, no norte do mar Arábico e no golfo de Áden, embora sejam omissos o golfo Pérsico e o estreito de Ormuz, para não prejudicar a histórica relação amigável do Japão com o Irã.

    A missão estará baseada na nação africana de Djibuti e também realizará patrulhas antipirataria nas proximidades da Somália.

    As aeronaves partiram da Base Aérea de Naha, em Okinawa, no sul do Japão, durante uma cerimônia que contou com a presença do ministro da Defesa, Taro Kono.

    Espera-se que a missão tenha uma duração de aproximadamente um ano com um custo de aproximadamente US$ 43 milhões (R$ 176 milhões) do orçamento japonês para 2020. Além disso, um destróier deve se juntar às aeronaves em fevereiro.

    Mais:

    Diálogo sem EUA? China, Japão e Coreia do Sul buscam saída para crise da Coreia do Norte
    Coreia do Sul realiza exercícios militares em ilhas disputadas com Japão
    Japão pretende enviar destróier e aviões ao Oriente Médio, diz mídia
    Tags:
    Japão, Oriente Médio, missão de patrulha, patrulhamento, patrulha, avião de reconhecimento
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar