14:03 18 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    15826
    Nos siga no

    O Secretário de Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, anunciou nesta sexta-feira (10) que foram implementadas sanções contra oficiais iranianos da indústria siderúrgica, mineração, têxtil e manufatura.

    Nessa quinta-feira (9), o presidente norte-americano, Donald Trump, tinha dito que havia aprovado novas medidas econômicas contra o Irã.

    Desde que deixou o acordo nuclear assinado com Teerã, os Estados Unidos vêm impondo sanções contra o país do Oriente Médio. 

    O anúncio surge após o ataque iraniano contra duas bases no Iraque usadas por militares norte-americanos. A ação de Teerã, por sua vez, foi uma resposta ao bombardeio que matou o general Qassem Soleimani, ordenado por Trump. 

    "Estamos tomando ações contra oito altas autoridades iranianas que promoveram atividade desestabilizadora do regime e estiveram envolvidas no ataque de mísseis balísticos de terça-feira", disse Mnuchin em coletiva de imprensa, referindo-se ao lançamento de mísseis realizado pelo Irã no dia 7, quando foram atingidas as bases de Ain Al-Asad e Arbil. 

    O secretário de Tesouro afirmou ainda que funcionários que participam da investigação da queda do avião ucraniano em Teerã não serão punidos. O voo PS752 caiu poucas horas após os ataques iranianos, na madrugada de quarta-feira (8). 

    "O Tesouro emitirá isenções para qualquer pessoa, sejam americanos ou outros, que possam ajudar a facilitar a investigação", disse Mnuchin. 

    ​Os EUA, Canadá e Reino Unido afirmaram que a queda provavelmente foi causada acidentalmente por um míssil de defesa iraniano terra-ar. 

    As autoridades de aviação do Irã, no entanto, descartam essa hipótese.

    Mais:

    EUA participarão de investigação sobre queda de avião civil no Irã
    Irã poderia ter armas nucleares daqui a 1 ou 2 anos, diz chanceler francês
    Pompeo: EUA não tinham dados exatos sobre suposta preparação de ataque por Soleimani
    Ainda é impossível afirmar que Irã atingiu Boeing ucraniano, diz analista de defesa norte-americano
    EUA não devem encorajar aliados da OTAN a agir contra Irã, aconselha especialista
    Tags:
    Qassem Soleimani, nuclear, economia, conflito, oriente médio, Crise, acordo, sanções, Ucrânia, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar