13:55 22 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    770
    Nos siga no

    Departamento de Estado dos EUA publicou nota afirmando que país foi alvo de 14 ataques do Irã e milícias apoiadas por Teerã desde setembro de 2019.

    "Antes do ataque de ontem a noite [referência ao ataque de 8 de janeiro] realizado pelo Irã contra instalações iraquianas, ocorreram 14 ataques pelo Irã e milícias apoiadas por ele contra as forças dos EUA desde setembro de 2019", publicou o órgão em seu site.

    É valido ressaltar que o ataque com mísseis realizado ontem (8), seria o 15° pela contagem feita pelo Departamento de Estado americano.

    Apesar de Washington não ter registrado baixa entre seus militares, a imprensa iraniana disse que seus mísseis tiraram a vida de pelo menos 80 pessoas no Iraque.

    A nota também ressalta, citando as palavras do presidente Donald Trump, que os danos nas instalações militares usadas pelos EUA no Iraque "foram mínimos".

    Aumento das tensões

    O ataque realizado ontem seria uma resposta por parte de Teerã ao assassinato do ex-chefe da Força Quds do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, Qassem Soleimani, efetuado durante uma operação militar americana no último dia 3.

    Após a operação, Teerã prometeu vingança aos EUA.

    Mais:

    Vice-presidente dos EUA: Irã alertou milícias para não atacar americanos
    Trump discorda: Johnson diz que acordo de 2015 é o melhor para barrar Irã com armas nucleares
    VÍDEO mostra lançamento de mísseis do Irã contra bases usadas pelos EUA no Iraque
    Tags:
    baixas, míssil, base militar, Iraque, Irã, EUA, ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar