09:10 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7572
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (8), a chancelaria da Síria anunciou solidariedade plena ao Irã após a nação persa ter atacado bases da coalizão internacional, usadas pelos EUA, no Iraque.

    A chancelaria da Síria afirmou ser plenamente solidária ao Irã e anunciou o direito de Teerã em responder à agressão de Washington.

    "A Síria expressa solidariedade plena ao Irã […] e confirma o direito iraniano de se defender no âmbito das ameaças norte-americanas e ataques e coloca a responsabilidade de todas as consequências nos EUA", afirmou o Ministério das Relações Exteriores da Síria, citado pelo canal de televisão estatal Alikhbaria.

    A chancelaria síria ainda declarou que Washington deve se livrar das tentativas de estabelecer sua hegemonia e que o culpado principal dos conflitos na região é os EUA.

    Na madrugada da quarta-feira (8), o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC) anunciou o início da operação de vingança após o assassinato do general iraniano Qassem Soleimani. O Irã realizou ataques com mais de uma dúzia de mísseis balísticos contra duas bases aéreas no Iraque, que abrigam as tropas norte-americanas.

    Mais:

    Forças do Irã ameaçam esmagar o 'Grande Satã' norte-americano
    Se EUA responderem a ataques do Irã, grande guerra será inevitável, diz senador russo
    A favor dos EUA e contra Irã, Netanyahu ameaça devastar quem atacar Israel
    Tags:
    ataques aéreos, EUA, Irã, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar