17:36 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    925725
    Nos siga no

    Pelo menos 22 mísseis atingiram as bases de Ain Al-Asad, no oeste do Iraque, e de Arbil, que abriga o contingente militar do Exército dos EUA, nesta quarta-feira (8).

    De acordo com fontes da administração norte-americana, citadas pela CNN, houve feridos durante os ataques iranianos. Não foram acrescentados detalhes sobre possível número de mortos e feridos. 

    A secretária de imprensa da Casa Branca, Stephanie Grisham, disse que Donald Trump está ciente do ataque.

    "O presidente foi informado e está monitorando a situação de perto e consultando sua equipe de segurança nacional", disse ela, citada pela agência AP.

    O grupo Hezbollah escreveu em seu canal do Telegram que a "vingança começou".

    O canal do Telegram afiliado ao Hezbollah postou "A vingança começou" depois que dezenas de mísseis foram disparados contra a base militar dos EUA.

    A agência de notícias estatal do Irã classificou os mísseis iranianos lançados na base americana como "vingança forte", segundo um post nas redes sociais.

    Na semana passada, um ataque ordenado pelo presidente Donald Trump matou o general do Irã, Qassem Soleimani.

    Mais:

    OTAN anuncia retirada parcial do Iraque
    Pompeo: Soleimani não estava em Bagdá em uma missão diplomática
    Trump diz que vai obedecer lei internacional e evitará alvejar sítios culturais do Irã
    Tags:
    Iraque, base militar, ataque, Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar