12:26 25 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    14638
    Nos siga no

    As autoridades dos EUA estariam elaborando sanções contra o Iraque por causa da exigência de Bagdá sobre a retirada das tropas norte-americanas do país.

    Segundo escreve o jornal The Washington Post, altos funcionários da administração do presidente Trump começaram a elaborar sanções contra o Iraque após o presidente norte-americano ter ameaçado o Iraque com sanções econômicas, caso o país continue expulsando tropas norte-americanas.

    Citando três fontes anônimas relacionadas ao assunto, The Washington Post aponta que o Departamento do Tesouro e a Casa Branca vão desempenhar o papel principal, se sanções forem introduzidas. Enquanto os EUA gastaram centenas de bilhões de dólares durante cerca de 20 anos para o apoio deste aliado, este passo seria uma ação incomum, sublinha o jornal.

    Os funcionários anônimos ainda disseram que a discussão foi preliminar e que ainda não foi tomada a decisão concreta se sanções devem ser introduzidas.

    Um dos funcionários explicou que o plano era esperar "ao menos um pouco" a decisão sobre as sanções e ver se Bagdá continuaria com suas ameaças de expulsar tropas dos EUA.

    Neste domingo (5), o Parlamento iraquiano pediu para que o governo realizasse a retirada das tropas estrangeiras, incluindo as norte-americanas do país. Depois disso, o presidente Trump ameaçou Iraque com sanções que iraquianos "nunca viram".

    Marcha fúnebre dedicada ao major-general iraniano Qassem Soleimani, ex-chefe da Força Quds, morto em um ataque americano na capital Iraquiana, Bagdá
    © REUTERS / Nazanin Tabatabaee / WANA NEWS AGENCY
    Marcha fúnebre dedicada ao major-general iraniano Qassem Soleimani, ex-chefe da Força Quds, morto em um ataque americano na capital Iraquiana, Bagdá

    As tensões no Oriente Médio continuam se intensificando após o assassinato do chefe da Força Quds, major-general Qassem Soleimani, um dos líderes da Guarda Revolucionária do Irã.

    Mais:

    Bolton diz estar 'preparado' para depor no processo de impeachment de Trump
    Aliados dos EUA foram mais 'prudentes' que Brasil em seu alinhamento com Washington, diz analista
    'Não era general': Bolsonaro mostra alinhamento com os EUA ao falar de Soleimani
    Tags:
    sanções, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar