17:58 20 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    13341
    Nos siga no

    O premiê iraquiano Adil Abdul-Mahdi se reunirá com o embaixador americano Matthew H. Tueller nesta segunda-feira (6) para informá-lo sobre a decisão da expulsão das tropas dos EUA do Iraque, comunicou o canal CNBC.

    No domingo (5), o Parlamento iraquiano votou a favor de uma resolução pedindo ao governo que remova as tropas estrangeiras do país.

    A resolução também solicita ao governo do Iraque que cancele o pedido de assistência da coalizão liderada pelos EUA que opera no país contra o Daesh (organização terrorista banida na Rússia e em vários países), que controlava grandes extensões do Iraque e da Síria, antes da intervenção aliada.

    "O governo iraquiano deve trabalhar para acabar com a presença de quaisquer tropas estrangeiras em solo iraquiano e proibi-las de usar seu espaço terrestre, aéreo ou marítimo por qualquer razão", lê-se na resolução citada pela mídia.

    A proposta favorável à remoção das forças americanas do território iraquiano foi feita pelo primeiro-ministro Abdul-Mahdi.

    No entanto, o presidente norte-americano Donald Trump declarou que o Exército dos EUA não deixará o Iraque até que este pague pela base aérea americana. O líder americano também ameaçou Bagdá com sanções se o Iraque tomar medidas hostis contra Washington.

    Assassinato de Soleimani

    No dia 3 de janeiro, os EUA realizaram um ataque aéreo contra o aeroporto internacional nos subúrbios de Bagdá em que mataram o major-general iraniano Qassem Soleimani e outras 11 pessoas.

    Soldados do exército norte-americano na cidade de Bartela, perto de Mossul, Iraque
    © REUTERS / Ammar Awad
    Soldados do exército norte-americano na cidade de Bartela, perto de Mossul, Iraque

    A Casa Branca justificou o assassinato como medida preventiva, alegando que Soleimani estava por trás do cerco à embaixada dos EUA no Iraque no dia 31 de dezembro de 2019. Irã jurou vingança pelo que considera ato de terrorismo.

    Mais:

    Parlamento do Iraque aprova resolução pedindo retirada de tropas dos EUA
    EUA dizem que estão 'desapontados' com decisão que pede saída de tropas americanas do Iraque
    Trump diz que EUA não sairão do Iraque até Bagdá pagar por base aérea no país
    Tags:
    Donald Trump, Qassem Soleimani, Daesh, Adil Abd Mahdi, tropas estrangeiras, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar