06:27 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    221018
    Nos siga no

    Horas após o Parlamento do Iraque aprovar a retirada da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos do país, foguetes explodiram nas proximidades da embaixada estadunidense em Bagdá.

    De acordo com a agência de notícias Reuters, ao menos três foguetes caíram em Bagdá, tendo dois deles caído dentro da Zona Verde — região que concentra as instalações governamentais do país e embaixadas de países estrangeiros.

    O grupo Kata'ib Hezbollah e as milícias xiitas iraquianas das Forças de Mobilização Popular, apoiadas pelo Irã, deram um ultimato às tropas dos Estados Unidos e exigem que elas deixem o país ainda neste domingo. Os grupos ameaçam atacar os militares. 

    No sábado, foram registrados vários ataques com foguetes, incluindo um na área residencial de Jadriya e outra na base militar de Balad, que abriga forças estadunidenses a 80 quilômetros ao norte de Bagdá.

    A escalada ocorre após um ataque de drone dos Estados Unidos matar o general iraniano Qassem Soleimani. O presidente iraniano, Hassan Rouhani, alertou que Teerã se vingará do que considera ser um crime hediondo.

    Mais:

    Milícia xiita ameaça atacar bases usadas por americanos no Iraque
    Coalizão confirma 2 ataques nas proximidades de bases norte-americanas no Iraque
    Coalizão liderada pelos EUA suspende treinamentos e apoio às tropas do Iraque
    Parlamento do Iraque aprova resolução pedindo retirada de tropas dos EUA
    Tags:
    Estados Unidos, Iraque, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar