08:57 02 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    616317
    Nos siga no

    Uma explosão ocorreu no centro de chamada Zona Verde da capital iraquiana, onde estão situadas embaixadas de vários países, inclusive dos EUA, comunicou à Sputnik uma fonte nos órgãos de segurança do Iraque.

    De acordo com a agência Reuters, o foguete em questão, do modelo Katyusha, caiu perto da Embaixada dos EUA no Iraque. Duas fontes na polícia reportaram à Reuters que não houve vítimas.

    Imagens divulgadas nas redes sociais mostram as consequências do ataque.

    ​​Ao mesmo tempo, a base militar de Balad, ao norte de Bagdá e que abriga soldados norte-americanos, também foi atacada, de acordo com o canal Al-Arabiya.

    No território da base explodiram dois foguetes Katyusha.

    As forças de segurança do Iraque comunicaram que dos dois ataques não resultaram mortos.

    O comunicado também diz que, além da base de Balad e da Zona Verde, uma explosão ocorreu no bairro de Jadriya, também em Bagdá. Segundo relatos, na área do bairro foram feridas cinco pessoas.

    Por enquanto não há informações sobre quem lançou os projeteis e de onde.

    ​Todos esses eventos violentos ocorrem em meio a um aumento das tensões na região após a morte do general iraniano Qassem Soleimani, vítima de um ataque aéreo realizado pelos EUA em Bagdá na última sexta-feira. A ação norte-americano provocou indignação e preocupações pela região, enquanto as autoridades do Irã prometeram uma retaliação.

    Mais:

    Comandante iraniano: Tel Aviv e 35 alvos dos EUA no Oriente Médio estão ao alcance do Irã
    Suécia e Dinamarca suspendem missões militares no Iraque após morte de Soleimani
    EUA precisariam de milhões de soldados em guerra com Irã, segundo almirante britânico
    Saiba mais sobre drone dos EUA que teria matado Soleimani
    Tags:
    Qassem Soleimani, base aérea, retaliação, embaixada, foguete, ataques, Irã, Bagdá, Iraque, EUA, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar