15:51 19 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5180
    Nos siga no

    A Liga Árabe pediu nesta terça-feira (31) esforços para "impedir interferência estrangeira" na Líbia após acordos militares e marítimos assinados pela Turquia com o governo reconhecido pela ONU em Trípoli.

    Representantes permanentes da organização pan-árabe, em uma reunião na sede do Cairo solicitada pelo Egito, aprovaram uma resolução "enfatizando a necessidade de evitar interferências que possam contribuir para facilitar a chegada de extremistas estrangeiros na Líbia", informa a agência de notícias AFP.

    Eles também expressaram "séria preocupação com a escalada militar, agravando ainda mais a situação na Líbia e ameaçando a segurança e a estabilidade dos países vizinhos e de toda a região".

    Na segunda-feira, o enviado da ONU na Líbia, Ghassan Salame, disse que os acordos assinados pela Turquia e pelo governo de Trípoli representam uma "escalada" do conflito que assola o país do norte da África.

    Em novembro, Ancara assinou um acordo de segurança e cooperação militar e também assinou um acordo de jurisdição marítima com o Governo do Acordo Nacional, com sede na capital.

    Mais:

    Erdogan oferece soldados ao Governo do Acordo Nacional da Líbia
    Erdogan: Turquia pode mandar tropas à Líbia se for 'convidada' pelo governo
    Ministério da Defesa russo libera VÍDEO de testes do novo complexo móvel de defesa antiaérea
    Erdogan e Merkel discutem Síria e Líbia em ligação telefônica
    Marinha dos EUA libera VÍDEO de exercícios navais no golfo Pérsico em meio a tensões com Irã
    Tags:
    Liga Árabe, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar