13:42 22 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    755
    Nos siga no

    Um foguete foi lançado da Faixa de Gaza contra uma cidade do sul de Israel nesta quarta-feira, no momento em que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu fazia uma visita, levando-o a se refugiar brevemente, informaram as emissoras de TV israelenses.

    As Forças de Defesa de Israel (IDF) confirmaram o lançamento contra Ashkelon, a 12 km do enclave costeiro da Palestina, dizendo que o foguete foi abatido por um interceptador de defesa aérea da Cúpula de Ferro.

    Não houve reivindicação imediata de responsabilidade em Gaza, que está sob o controle dos islâmicos do Hamas e onde uma facção armada menor, a Jihad Islâmica, trocou tiros com Israel durante uma onda de violência de dois dias no mês passado.

    As emissoras de TV israelenses mostraram Netanyahu, que está em campanha para manter o comando do partido conservador Likud em uma eleição interna nesta quinta-feira, sendo escoltado para fora do palco por guarda-costas.

    Cartaz de Benjamin Netanyahu nas ruas em Tel Aviv, Israel.
    © AP Photo / Oded Balilty
    Cartaz de Benjamin Netanyahu nas ruas em Tel Aviv, Israel.

    As estações informaram que ele foi levado para um abrigo antiaéreo depois que soaram as sirenes de foguetes, mas depois voltou para retomar o evento.

    O gabinete de Netanyahu não fez comentários imediatos sobre o incidente.

    Embora se espere que Netanyahu retenha a liderança do Likud, ele enfrenta uma dura batalha antes das eleições gerais de março em Israel - a terceira em um ano, depois que ele e seu rival centrista Benny Gantz falharam em garantir a maioria nas duas votações anteriores.

    A posição de Netanyahu foi prejudicada por uma acusação de corrupção que ele nega.

    Mais:

    Apesar da cooperação contra terrorismo, imagem de Israel está manchada, afirma ex-diretor da Mossad
    Israel usa 'argumentos fracos' para ataques aéreos na Síria, diz chanceler sírio
    Israel se prepara para 'confronto limitado' com Irã, afirma chefe do Estado-maior israelense
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar