16:08 19 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7122
    Nos siga no

    Irã começou a operar circuito secundário em um de seus reatores nucleares de água pesada, podendo aumentar a produção anual de plutônio.

    O segundo circuito do reator de Arak passou a transferir calor ao sistema de resfriamento do reator como parte de um plano de modernização das instalações nucleares no local.

    Conforme publicou o canal de TV Fox News, Ali Akbar Salehi, chefe da Agência de Energia Atômica do Irã, havia anunciado a medida ainda ontem (23), em rede nacional iraniana.

    Contudo, a operação do segundo circuito não viola os termos do acordo nuclear de 2015, segundo a mídia.

    Mesmo assim, o uso de água pesada pelo segundo circuito permitiria aumentar a produção de plutônio do país, produto químico que pode ser usado na produção de armas nucleares.

    Programa nuclear pacífico

    Apesar da produção de plutônio, Salehi descartou a possibilidade de uso do mesmo para a fabricação de armas atômicas, conforme noticiou a agência Mehr.

    "Os ocidentais disseram que o reator é capaz de produzir oito quilos de plutônio por ano, o que é o suficiente para a produção de bombas atômicas [...] Tendo o reator redesenhado, este só pode produzir um quilo de plutônio por ano", afirmou Salehi.

    Esta não é a primeira vez que o governo iraniano nega a intenção de produzir bombas atômicas no país, apesar de reconhecer que tem condições para isso.

    Mais:

    Países islâmicos devem se unir contra 'terror econômico' dos EUA, afirma presidente do Irã
    Japão sugere 'derrubar' sanções dos EUA contra o Irã, diz Rouhani
    Irã e Israel estariam se preparando para guerra?
    Tags:
    Irã, reator nuclear, água pesada, plutônio, programa nuclear iraniano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar