13:06 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8270
    Nos siga no

    O presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse neste sábado (21) que o Japão pensou em uma maneira de derrubar as sanções econômicas contra Teerã.

    Rouhani fez a declaração após de retornar de sua viagem de dois dias ao Japão onde procurou apoio dos japoneses, aliados tradicionais dos EUA que optou por mediar a tensão entre os dois países.

    "Os japoneses propuseram uma nova maneira de derrubar as sanções americanas, também fizemos uma. Discutimos e concordamos em continuar as consultas sobre o assunto", disse ele em discurso na televisão iraniana.

    O presidente iraniano também afirmou que o Japão apoia o Irã em relação ao plano de paz para o estreito de Ormuz. Enquanto isso, os EUA estão tentam montar uma coalizão internacional para proteger o estreito e outras águas na região do Golfo Pérsico, um esforço apelidado de Operação Sentinela. Os EUA vêem o Irã como uma ameaça na região.

    "O Japão apoia o plano de paz do Irã no estreito de Ormuz. Em segundo lugar, o Japão declarou abertamente que não participaria dos planos americanos de garantir a segurança na região", disse Rouhani, elogiando a posição de Tóquio.

    Os Estados Unidos restabeleceram sanções contra Teerã depois de abandonarem, em 2018, o Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), o acordo nuclear iraniano. Washington ameaçou penalizar qualquer país que compre petróleo do Irã, incluindo o Japão.

    Mais:

    Irã anuncia testes de nova geração de centrífugas IR-9
    Marinha dos EUA libera VÍDEO de exercícios navais no golfo Pérsico em meio a tensões com Irã
    Irã e Israel estariam se preparando para guerra?
    Aliado dos EUA, Japão pode ajudar a salvar acordo nuclear com o Irã, diz Rouhani
    Tags:
    EUA, Estados Unidos, Irã, Hassan Rouhani, Japão, Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), JCPOA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar