06:32 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8180
    Nos siga no

    O presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse que Ancara pode fechar as bases de Incirlik e Kurecik às Forças Armadas norte-americanas se os EUA impuserem sanções ao país.

    A base aérea de Incirlik, na província de Adana, no sul da Turquia, é usada pela Força Aérea dos EUA. Os militares norte-americanos operam ainda uma estação de radar de alerta rápido de ataques de mísseis, que está localizada na base de Kurecik, na província de Malatya (no sudeste da Turquia) e faz parte do sistema de defesa de mísseis balísticos da OTAN na Europa.

    "Se for necessário darmos esse passo, é claro que temos a autoridade [...] Se for necessário, juntamente com as nossas delegações, fecharemos Incirlik", disse Erdogan em transmissão ao canal A Haber.

    A Turquia também pode fechar a base de radar de Kurecik se necessário, acrescentou o líder turco. "Se eles estão nos ameaçando com a aplicação dessas sanções, é claro que iremos retaliar."

    Base aérea de Incirlik nos arredores da cidade de Adana, sul da Turquia (foto de arquivo)
    © AP Photo / Emrah Gurel
    Base aérea de Incirlik nos arredores da cidade de Adana, sul da Turquia (foto de arquivo)

    Um porta-voz do Pentágono respondeu à declaração, afirmando que Washington está fazendo esforços para manter as relações com Ancara.

    "Vemos o estatuto das nossas forças na Turquia como um símbolo do nosso compromisso de décadas de trabalhar e ajudar a defender o nosso aliado da OTAN e o parceiro estratégico da Turquia [...] A secretaria está trabalhando para manter este relacionamento, enquanto encoraja a Turquia a prosseguir uma política mais construtiva sobre os S-400, a Síria e outras questões onde há divergências", disse o porta-voz.

    Transferências de S-400

    Em 2019, a Rússia cumpriu um contrato para o fornecimento de quatro divisões de sistemas antiaéreos S-400 para a Turquia no valor de US$ 2,5 bilhões. O acordo também prevê uma opção para outro conjunto destas armas.

    As entregas dos S-400 causaram uma crise nas relações da Turquia com os EUA.

    Washington exigiu que o acordo fosse abandonado e que Ancara comprasse os complexos Patriot americanos, ameaçando atrasar ou mesmo cancelar a venda dos caças F-35 a Ancara, bem como impor sanções. A Turquia se recusou a fazer concessões.

    Mais:

    Erdogan ameaça reconhecer 'genocídio' de povos nativos norte-americanos
    Erdogan: Turquia não desistirá do S-400 russo pelo Patriot americano
    Congresso dos EUA aprova sanções contra Turquia por S-400
    Tags:
    sanções, OTAN, EUA, Incirlik, base militar, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar