13:04 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu

    Netanyahu critica tentativas de países europeus de contornar sanções dos EUA ao Irã

    © AP Photo / Gali Tibbon/Pool
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12111
    Nos siga no

    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, criticou neste domingo (1º) as tentativas dos países europeus de contornar as sanções impostas pelos Estados Unidos ao Irã.

    "Enquanto o povo do Oriente Médio enfrenta bravamente o Irã e seus capangas, aqui está a coisa absurda: enquanto tudo isso está acontecendo, países da Europa estão trabalhando para contornar as sanções dos EUA contra o Irã", disse Netanyahu em discurso transmitido pela televisão. 

    Do seu ponto de vista, os países europeus deveriam ter vergonha de sua política.

    "Eles estão permitindo que um Estado terrorista fanático [Irã] desenvolva armas nucleares e mísseis balísticos, trazendo desastres para si e para todos os outros", enfatizou o premiê israelense.

    Ele instou a Europa a rever sua política sobre o Irã e aumentar a pressão das sanções contra o país persa.

    Israel tradicionalmente vê o Irã como seu principal oponente no Oriente Médio e está preocupado com a presença de instrutores militares iranianos, bem como com o movimento xiita do Hezbollah, que é apoiado por Teerã, na vizinha Síria.

    A posição dos Estados Unidos em relação ao Irã se tornou mais dura depois que Donald Trump foi eleito presidente e retirou Washington do acordo nuclear com Teerã. Na tentativa de salvar o acordo diplomático, os países europeus estão tentando criar mecanismos que permitirão que suas empresas evitem sanções dos Estados Unidos por fazerem negócios com Teerã.

    Mais:

    Irã adverte EUA, Israel e Arábia Saudita: serão destruídos se cruzarem nossas linhas vermelhas
    Após 10 anos, Bolívia restabelece relações diplomáticas com Israel
    Após queda de helicóptero, Israel interrompe operação de aparelhos Sikorsky (VÍDEO)
    Israel realiza ataque contra o Hamas na Faixa de Gaza
    Adolescente palestino é morto em confronto com o exército de Israel
    Tags:
    Estados Unidos, Benjamin Netanyahu, Israel, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar