17:47 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Destróier iraniano Jamaran no golfo Pérsico (foto de arquivo)

    Irã divulga características de seu 1º drone de combate de propulsão a jato (FOTO)

    © AFP 2019 / Ebrahim Nourozi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8301
    Nos siga no

    Em meio à crescente tensão no golfo Pérsico e em toda a região do Oriente Médio, o comandante da Marinha do país persa anunciou que o país irá receber drones de grande alcance, que podem ser lançados de navios.

    Irã testou com sucesso o segundo protótipo do Sejjil – o primeira aeronave não tripulada de propulsão a jato de grande raio de ação, conforme anunciou esta quinta-feira (28) o contra-almirante e comandante-chefe da Marinha iraniana, Hossein Khanzadi.

    A aeronave bimotor alcança a velocidade de 1.000 km/h e pode atacar alvos a uma distância de 100 quilômetros, destacou Khanzadi. A aeronave não tripulada tem forma de baleia e foi desenvolvida para ser lançada a partir do convés dos navios de guerra. É equipada com um paraquedas para aterrar na água no fim da missão, informa a agência de notícias iraniana Tasnim.

    ​Comandante da Marinha iraniana, contra-almirante Hossein Khanzadi disse que o primeiro drone de combate da força, com motores a jato, foi desenvolvido por especialistas militares do país e deverá ser construído em breve. 

    Outro drone iraniano, o Simorgh, a ser implantado em breve, tem capacidade para permanecer no ar durante 24 horas e pode ser equipado com armas, sistemas de guerra eletrônica e ferramentas de reconhecimento.

    O desenvolvimento do novo drone Sejjil é parte dos esforços de Teerã para reforçar as suas forças navais em meio à crescente tensão nas vias navegáveis perto da costa iraniana.

    Um grande agrupamento naval, composto na sua maioria por navios dos EUA, está patrulhando o estreito de Ormuz, uma das vias petroleiras mais importantes dos mundo.

    Mais:

    Principal general dos EUA visita Israel em meio a tensão com Irã
    Irã adverte EUA, Israel e Arábia Saudita: serão destruídos se cruzarem nossas linhas vermelhas
    Irã afirma ter detido 8 pessoas ligadas à CIA por ligação com protestos
    Tags:
    tensões, EUA, Estreito de Ormuz, Oriente Médio, Marinha do Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar