09:14 29 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    144
    Nos siga no

    A ofensiva militar turca no norte da Síria continuará até que todos as suas metas sejam alcançadas, afirmou o Conselho de Segurança Nacional da Turquia após uma reunião realizada nesta terça-feira.

    "A operação Fonte de Paz irá continuar até que alcance todos os seus objetivos", disse o órgão em declaração oficial, reproduzida pela mídia local, após o encontro, presidido pelo presidente Recep Tayyip Erdogan.

    De acordo com o comunicado, Ancara espera que os países que assinaram um acordo sobre a criação da zona segura de 30 quilômetros na Síria concluam o trabalho de limpar a área o mais rápido possível. 

    ​Erdogan tem dito repetidamente que a Turquia lançou a operação Fonte de Paz para garantir a segurança de sua fronteira e acomodar refugiados sírios na área. Atualmente, o país é o maior anfitrião de refugiados registrados, com mais de 3,6 milhões de sírios deslocados vivendo em território turco.

    Em 17 de outubro, a Turquia concordou com os Estados Unidos em um cessar-fogo de 120 horas para permitir a retirada de combatentes curdos, considerados terroristas por Ancara, da fronteira entre a Síria e a Turquia.

    Quando essa trégua terminou, a Turquia e a Rússia assinaram, em 22 de outubro, um novo memorando, estabelecendo condições para a retirada pacífica e prevendo patrulhas conjuntas para garantir a implementação do acordo, que vêm sendo realizadas pela polícia militar russa e pelas tropas turcas.

    Mais:

    Acordo EUA-Turquia: curdos já saíram de grande parte da zona segura na Síria, diz oficial
    EUA e Turquia são os 'coveiros' da OTAN, diz deputado alemão
    Turquia nunca usou armas químicas contra curdos em operação na Síria, diz ministro
    Tags:
    fronteira, refugiados, Recep Tayyip Erdogan, ofensiva, operação, Ancara, Rússia, EUA, Estados Unidos, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar