20:48 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Caça F-35 da Força Aérea israelense durante apresentação na cidade de Beersheba, Israel, 29 de dezembro de 2016

    Turquia buscará alternativa ao F-35 se EUA continuarem sendo 'intransigentes', diz Erdogan

    © AP Photo / Ariel Schalit
    Oriente Médio e África
    URL curta
    290
    Nos siga no

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, alertou que procurará caças de classe semelhante, caso os EUA continuem tomando partido de Ancara com o projeto F-35.

    O líder turco também acrescentou que o seu país não desistirá dos sistemas de defesa antiaérea S-400 fabricados na Rússia, escreveu a Reuters.

    Diante dos membros de seu Partido AK, Erdogan disse que avisou a Trump que se Washington mantivesse sua "postura intransigente" sobre os F-35, a Turquia teria que optar por outras opções.

    Apesar da tentativa americana de convencer Ancara a abandonar o acordo com Moscou, não haverá concessões em relação à compra dos sistemas S-400.

    Aliviar tensões

    Erdogan também compartilhou detalhes de uma conversa que teve com o presidente americano Donald Trump na semana passada.

    Durante o diálogo, os chefes de Estado tentaram aliviar as tensões que se instalaram depois que Washington excluiu Ancara do programa de desenvolvimento do F-35, citando a compra dos sistemas russos S-400.

    Caças F-35A Lightning II (foto de arquivo)
    © AP Photo / Chris Drzazgowski
    Caças F-35A Lightning II (foto de arquivo)

    Previamente, o presidente turco declarou a repórteres que a proposta do presidente dos EUA era "uma violação de nossos direitos soberanos".

    Mais:

    Caças F-35 enfrentaram Patriot passando por S-400 russos durante exercícios aéreos em Israel (VÍDEO)
    Turquia com S-400 pode deixar países do golfo Pérsico sem caças F-35, diz revista americana
    Caças furtivos F-35 'se quebram com mais frequência do que se previa' diz Pentágono
    Tags:
    S-400, Recep Tayyip Erdogan, Turquia, F-35
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar