14:54 11 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestantes foram às ruas em Teerã contra o aumento dos combustíveis

    Após protestos, EUA criticam Irã por supostamente tentar desligar Internet no país

    © REUTERS / Nazanin Tabatabaee / WANA
    Oriente Médio e África
    URL curta
    121020
    Nos siga no

    Os Estados Unidos condenam supostas tentativas das autoridades iranianas de desligar a Internet, já que o país está sendo abalado por protestos, disse Morgan Ortagus, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA.

    De acordo com o grupo da sociedade civil Netblocks, Teerã conseguiu recentemente realizar um desligamento quase completo da Internet no Irã.

    "Os EUA estão com o povo iraniano sofredor enquanto protestam contra a mais recente injustiça do regime corrupto no poder. Condenamos a tentativa de desligamento da internet. Deixe-os falar! #IranProtests", escreveu Ortagus no Twitter.

    O Irã é agora varrido por protestos contra o aumento dos preços da gasolina. Um homem teria sido morto durante um comício na sexta-feira.

    Também neste sábado, o ministro do Interior iraniano Abdolreza Rahmani Fazli disse à TV estatal que as forças de segurança agirão para restabelecer a calma se os que protestarem contra o aumento dos preços da gasolina "danificarem propriedades públicas" à medida que os protestos contra o governo se espalham pelo Irã.

    "Até o momento, as forças de segurança mostraram contenção e toleraram os protestos. Mas como a calma e a segurança das pessoas são nossa prioridade, elas cumprirão seu dever de restaurar a calma se os ataques às propriedades públicas e individuais continuarem", pontuou o ministro.

    Mais:

    Rússia diz que Irã não tem armas atômicas e pede apoio do mundo para salvar acordo nuclear
    Irã aumenta 12 vezes produção diária de urânio após saída dos EUA do acordo nuclear
    Israel irá desenvolver nova corveta avançada para integrar Marinha (FOTO)
    Tags:
    Morgan Ortagus, censura, Internet, diplomacia, preços de combustíveis, combustível, protestos, Estados Unidos, Teerã, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar