14:50 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira da Jordânia

    Jordânia retoma terrenos agrícolas controlados por Israel

    CC BY 2.0 / Vyacheslav Argenberg
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8308
    Nos siga no

    Governo jordaniano recuperou sua total soberania sobre os enclaves de Naharayim e Tzofar, na fronteira com Israel, após 70 anos de controle israelense.

    Apesar da retomada do território, os agricultores israelenses ainda poderão colher os produtos agrícolas plantados na região durante alguns meses, conforme decidiram as autoridades jordanianas.

    No entanto, segundo determinou o rei jordaniano Abdullah II, a soberania de seu país sobre o território deverá ser totalmente exercida.

    O território esteve sob domínio de Israel até 1994 sem uma autorização jordaniana, quando um acordo de paz entre ambos os países determinou que o uso dos enclaves pelo Estado judeu devesse ser acordado, segundo informou o jornal The Times of Israel.

    Sendo assim, Israel esteve presente no local por 70 anos, 25 dos quais as atividades israelenses foram reguladas mediante acordo com a Jordânia.

    Em um vídeo publicado pelo canal de TV jordaniano Al-Mamlaka no YouTube, é possível ver o hasteamento da bandeira do país árabe no local.

    Esfriamento das relações

    Ao exigir toda a soberania do local e não renovar os contratos de exploração agrícola nos enclaves, a Jordânia protagoniza mais um episódio de esfriamento de suas relações com Israel.

    Acredita-se que a pressão da população, grande parte da qual vê Israel como país inimigo, esteja influenciando o governo da Jordânia a conduzir tal esfriamento.

    Mais:

    Tumba dos Reis é aberta pela 1ª vez em Israel (FOTOS)
    Trump teria dito que Israel devia dar ajuda financeira aos palestinos, segundo jornalista
    Jordânia afunda avião no mar Vermelho para ressuscitar turismo de mergulho (VÍDEO)
    Tags:
    domínio, agricultura, Jordânia, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar