17:22 11 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Combatente das Forças Democráticas Sírias (FDS), apoiado pelos EUA, perto da base do campo de petróleo de Al-Omar, leste da Síria, 24 de fevereiro de 2019

    EUA comunicam que terras ricas em petróleo na Síria servirão de base americana

    © AP Photo / Felipe Dana
    Oriente Médio e África
    URL curta
    16127
    Nos siga no

    A área rica em petróleo no nordeste da Síria, que os Estados Unidos estão protegendo, servirá de base para as operações militares dos EUA contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em muitos outros países).

    O comunicado foi dado à imprensa na quarta-feira (6) por um alto funcionário do Departamento de Estado dos EUA.

    "Em primeiro lugar, a missão de 'proteger' é provavelmente um termo muito leigo [...] É basicamente para assegurar uma área, e essa área deve servir como uma base para nossas operações contínuas de derrotar o Daesh [grupo terrorista proibido na Rússia e outros países], que é a base legal para nossos militares estarem lá, no nordeste da Síria, em primeiro lugar com nossos aliados locais das FDS [Forças Democráticas da Síria]", disse o oficial.

    Os diplomatas dos EUA não receberam instruções em relação aos campos de petróleo no nordeste sírio, onde as comunidades locais exploram recursos energéticos para seu próprio benefício.

    Respondendo à pergunta se o governo dos EUA ponderou pedir às companhias de energia para "restaurar" os campos de petróleo no nordeste da Síria, o alto funcionário informou que o Departamento de Estado não tem "nenhuma orientação proveniente da administração, para fazer qualquer coisa com os campos de petróleo".

    Campos petrolíferos

    Na terça-feira (5), a agência de notícias turca Anadolu informou que os militares dos EUA estavam construindo duas novas bases na província de Deir ez-Zor, no nordeste da Síria.

    Enquanto isso, o representante especial do presidente russo para a Síria, Aleksandr Lavrentiev, comunicou recentemente que os territórios ricos em petróleo no nordeste da Síria devem ser controlados pelo governo sírio.

    Um comboio de veículos militares dos EUA, vindo do norte do Iraque, passa por uma bomba de petróleo na zona rural da cidade de Qamishli, no nordeste da Síria, em 26 de outubro de 2019
    © AFP 2019 / Delil Souleiman
    Um comboio de veículos militares dos EUA, vindo do norte do Iraque, passa por uma bomba de petróleo na zona rural da cidade de Qamishli, no nordeste da Síria, em 26 de outubro de 2019

    O secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, declarou no final de outubro que os Estados Unidos negariam às forças russas e sírias o acesso aos campos de petróleo que estão protegendo no nordeste da Síria. Esper destacou que os EUA garantirão o controle por parte das Forças Democráticas da Síria, lideradas pelos curdos, sobre os campos petrolíferos.

    O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, acusou Washington de usar as receitas da venda de petróleo sírio para apoiar grupos armados leais em território sírio.

    Mais:

    EUA criarão 2 bases militares para 'proteger' reservas de petróleo da Síria, reporta mídia
    EUA podem manter tropas na Síria para proteger poços de petróleo
    Que quantidade de petróleo tem Síria e quem o controla?
    Tags:
    Daesh, Forças Democráticas Sírias, petróleo, Síria, Departamento de Estado dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar