17:36 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Foto queimada do líder terrorista al-Baghdadi no protesto em Nova Delhi realizado em 9 junho de 2017

    Daesh confirma morte de Abu Bakr al-Baghdadi

    © AFP 2019/ Prakash SINGH
    Oriente Médio e África
    URL curta
    891
    Nos siga no

    A agência de notícias do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e outros países) confirmou nesta quinta-feira (31) a morte de seu líder, Abu Bakr al-Baghdadi, em operação das forças americanas na Síria.

    Além disso, o grupo nomeou Abi Ibrahim al-Hashemi al-Qurashi como seu seu novo líder, segundo publicado pela agência Reuters. 

    Por meio de um áudio, a organização terrorista confirmou ainda que o porta-voz do Daesh, Abu al-Hassan al-Muhajir, também foi morto, mas durante outro ataque americano.

    O Exército dos EUA divulgou um vídeo da ação americana contra uma edificação na qual Baghdadi se encontrava, em Idlib, no nordeste da Síria. Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (30), o chefe do Comando Central dos EUA, general Kenneth Mackenzie, falou sobre o ataque. 

    De acordo com o general americano, militantes abriram fogo "sobre as forças americanas que realizavam o ataque aéreo". Mackenzie também disse que o líder terrorista, após ser encurralado, detonou um colete suicida junto com dois filhos, e não três, como relatado anteriormente pelo presidente norte-americano Donald Trump. Em 27 de outubro, o republicano anunciou a morte de Baghdadi na Síria. 

    Abu Bakr al-Baghdadi era líder do Daesh desde 2014, quando anunciou o estabelecimento de um "califado islâmico" em grandes partes do Iraque e da Síria. O grupo, no entanto, perdeu força nos últimos anos e viu o território sob seu domínio ser reduzido bastante. 

    Restos mortais foram sepultados no mar

    Os restos mortais do líder terrorista foram depositados no fundo do mar, ainda segundo Mackenzie: "Após a coleta de amostras para análises formais de DNA, os restos mortais de Baghdadi foram enterrados no mar, de acordo com as leis de conflitos armados, 24 horas após sua morte".

    O militar não informou, no entanto, em que parte do oceano isso foi feito. O líder da Al-Qaeda (organização terrorista proibida na Rússia e outros países) Osama bin Laden também teve seu corpo depositado no mar após ser morto em uma operação americana no Paquistão, em 2 de maio de 2011.

    Mais:

    EUA manterão tropas na Síria para 'proteger' campos petrolíferos do acesso do Daesh
    Pentágono: provas do ataque ao líder do Daesh e sua morte continuam confidenciais
    Quando provas são secretas demais
    Tesouro do Daesh é descoberto em deserto por pastores iraquianos
    Por que al-Baghdadi teria fugido para território inimigo? Analista comenta captura de terrorista
    Tags:
    Síria, terrorismo, Estado Islâmico, Daesh
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar