15:44 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, durante conferência de imprensa, após reunião em Belgrado, Sérvia, em 7 de outubro de 2019

    Erdogan revela objetivos da operação turca na Síria

    © REUTERS / Djordje Kojadinovic
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8146
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (15), o presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse que a operação militar no norte da Síria está progredindo com sucesso, tendo 1.000 km de território ao longo da fronteira sido libertados de terroristas.

    "Temos dois objetivos: a eliminação da ameaça terrorista e o regresso dos refugiados. No sétimo dia da operação, limpamos de terroristas 1.000 km de território ao longo da fronteira", disse Erdogan durante seu discurso na cúpula do Conselho de Cooperação de Países de Expressão Turca, em Baku.

    Na mesma declaração, o líder turco comentou que seu país devolveria um total de três milhões de refugiados à Síria nas duas fases da operação.

    "Se Deus quiser, em pouco tempo, pondo nossa fronteira até ao Iraque em um estado seguro, um milhão de refugiados retornará na primeira fase e dois milhões na segunda", complementou.

    Militares turcos na fronteira turco-síria, foto de arquivo
    © AP Photo / Burhan Ozbilici
    Militares turcos na fronteira turco-síria, foto de arquivo

    O presidente turco anunciou no dia 9 de outubro o início da Operação Fonte de Paz no norte da Síria prometendo limpar a região dos combatentes curdos e de militantes do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países).

    No mesmo dia, a aviação turca atacou a cidade de Ras al-Ain e várias outras cidades sírias na fronteira entre os dois países. Posteriormente, foi anunciada a parte terrestre da operação.

    Mais:

    Erdogan: forças turcas não entrarão em Manbij, controlada pelas Forças Democráticas da Síria
    'Já não vamos ceder': Erdogan responde aos apelos dos EUA para cessar operação na Síria
    OTAN deve escolher entre Turquia e 'terroristas', afirma Erdogan
    Tags:
    operação militar, Síria, Turquia, Recep Tayyip Erdogan
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar