07:57 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado norte-americano, à esquerda, sentado em veículo blindado perto da tensa linha de frente entre o Conselho Militar de Manbij, apoiado pelos EUA, e os combatentes apoiados pelos turcos, em Manbij, norte da Síria, 4 de abril de 2018

    Forças especiais dos EUA estariam patrulhando norte da Síria (VÍDEO)

    © AP Photo / Hussein Malla
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1411
    Nos siga no

    Em função da recente operação militar da Turquia, os EUA anunciaram a decisão de retirar a maior parte de suas tropas do norte da Síria.

    A decisão norte-americana visa evitar colocar seus soldados em fogo cruzado entre as forças turcas e curdas. No entanto, parece que nem todas as tropas dos EUA foram retiradas da fronteira turca.

    O vídeo a seguir mostra supostos veículos militares blindados AGMS, das forças especiais dos EUA, nas proximidades de Qamishli, a cidade curda mais importante na fronteira da Síria com a Turquia.

    ​O vídeo foi publicado por Alexandra Rojkov, repórter da revista alemã Der Spiegel, em sua conta no Twitter.

    "Uma patrulha americana hoje de manhã, bem nas redondezas de Qamishli. Foi divulgado que forças turcas atacaram erroneamente um grupo de tropas das forças especiais dos EUA no norte da Síria. Agora os EUA estão mostrando presença", escreveu a jornalista na rede social.

    A autenticidade das imagens não foi confirmada e não está claro se foram realmente registradas nas proximidades de Qamishli, nem quando.

    Os blindados AGMS, de seis rodas, são capazes de transportar sete soldados e um comandante para pontos críticos, protegendo os tripulantes não apenas do fogo de armas comuns, mas também de dispositivos eletrônicos de guerra. O veículo é equipado com metralhadoras pesadas de 12,7 mm e lançadores de granadas automáticos de 40 mm.

    O Exército dos EUA utiliza esse tipo de veículo blindado desde os anos 2000, quando foram adquiridos.

    Mais:

    'Já não vamos ceder': Erdogan responde aos apelos dos EUA para cessar operação na Síria
    'Traição' dos EUA fará curdos lidarem com Damasco, diz ex-enviado britânico para Síria
    Chefe do Estado-Maior dos EUA diz que incursão turca na Síria afeta operações contra Daesh
    Tags:
    curdos, forças especiais, Turquia, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar